Acesso Exclusivo
Busca no site

A UNIAPAC, União Cristã Internacional de Dirigentes de Empresas, é uma federação que congrega as associações internacionais de líderes cristãos de negócios. Originalmente foi criada em 1931 na Europa, é uma entidade mundial sem fins lucrativos, com sede em Paris, França.

A UNIAPAC reúne hoje associações de líderes empresariais de 36 países na Europa, América Latina, África e Ásia, representando 20 mil executivos de negócios muito ativos em todo o mundo, trabalhando em vários setores principais da economia mundial.

É uma organização ecumênica, inspirada no Pensamento Social Cristã, e seu objetivo maior é promover entre os líderes empresariais a visão e implementação de uma economia de serviço da pessoa humana e do bem comum da humanidade em geral.

UNIAPAC nasceu em 1931 como “Conférences Internationales des Associations de Patrons Catholiques“, fundada por empresários católicos holandeses, belgas e franceses, e com os observadores da Itália, Alemanha e Checoslováquia, por ocasião do 40º aniversário da Encíclica “Rerum Novarum“, em Roma. Depois da Segunda Guerra Mundial, a UNIAPAC ampliou sua atuação para outros países europeus e países latino-americanos e mudou seu nome para (em francês),”Union Internationale des Associations Patronales Catholiques”, com as iniciais UNIAPAC (1949).

Em 1962, UNIAPAC torna-se uma associação ecumênica sob a nova denominação “União Internacional Cristã de Dirigentes de Empresa”, conservando suas iniciais. A UNIAPAC defende uma economia livre com base no respeito da dignidade da pessoa primordial e o sentido de bem comum. O Presidente da UNIAPAC Internacional é o empresário argentino José Maria Simone.

Objetivos UNIAPAC 

O objetivo da UNIAPAC é unir, orientar e motivar os líderes de negócios para que, à luz da Christian Pensamento Social, se comprometem a:

  • sua formação pessoal.
  • A transformação de suas empresas e do ambiente de seus negócios, e a contribuição para a construção de uma sociedade mais justa e mais humana.
  • Para servir como um elo entre associações cristãs dos executivos de negócios em todo o mundo, para promover e facilitar o intercâmbio entre ambos.
  • Para apoiar as atividades destas associações nacionais e regionais. Para patrocinar a fundação de associações cristãs de executivos de negócios, onde não existe.
  • Para representar as associações membros nas instituições internacionais que lidam com questões econômicas e sociais globais.
  • De modo mais geral, para aproveitar todas as oportunidades e promover qualquer empreendimento que contribuirá para a realização dos objetivos enumerados acima. 

História da Responsabilidade Social Empresarial e o Pensamento Social Cristão

As mais antigas federações nacionais de empregadores católicos foram os formados em:

  • 1915, na Holanda;
  • 1921, na Bélgica;
  • 1926, na França.

Vários dos líderes dessas federações nacionais tem desempenhado um papel importante na doutrina social da Igreja Católica, como Léon Harmel que liderou empresa têxtil de sua família no norte de France (Val des Bois). Ele influenciou Leão XIII na encíclica Rerum Novarum.
Desde 1926 alguns contatos mútuos e convites para reuniões de cada um foram realizadas entre essas associações nacionais.
Em 1931, um “Comité d’Iniciativa” Internacional foi criado para representar os empregadores católicos no 40º aniversário da Encíclica Rerum Novarum, em Roma.

Para que pudessem dar continuidade ao intercâmbio internacional, foi tomada  a decisão, ainda em Roma, de organizar melhor a “Conférences Internationales des Associations Patronales Catholiques” em uma base regular e mais sólida.

Este foi o primeiro passo da criação de UNIAPAC. Asim, em 1931, foi criada a UNIAPAC, em Roma, com o nome de “Conferências Internacional de Empregadores católicos”, composta por associações já existentes de empresários católicos da França, Bélgica e Países Baixos e observadores e delegados da Itália, Alemanha e da Checoslováquia.

A partir daí foram realizadas conferências regulares em:

  • Haia, 1932 – Tema: Sobre a cooperação de capital e trabalho;
  • Paris, 1933 – Tema: Apenas salários e dinheiro;
  • Bruxelas, 1935 – Tema: Atividades de associações nacionais;
  • Paris, 1936 – Tema: Um exame de um programa geral de ação;
  • Haia 1937 – Tema: serviço social dentro da empresa;
  • Antuérpia 1938 – Tema: seguro social nas profissões.

Depois da 2ª Grande Guerra, mais associações nacionais foram criadas, como na Suíça e na Alemanha e na Itália, onde Giuseppe Mosca em 1949 assumiu um papel de liderança na formação da UNIAPAC como uma federação internacional. Mais tarde, outras associações foram formadas na Europa e América Latina.

Em 1946, A.H.M. Albregst tornou-se Secretário-Geral. Ele preparou o estabelecimento final da UNIAPAC como uma organização “Union Internationale des Associations Patronales Catholiques”. Depois de servir como Ministro da Economia Países Baixos por alguns anos, ele voltou a atuar como Secretário-Geral da UNIAPAC.

Um segundo passo importante, foi dado com o início da implementação bem sucedida de UNIAPAC na América Latina, começando em 1948 no Chile, com a fundação da primeira UNIAPAC Latino-Americana (USEC – Chile).

Depois de uma primeira edição de sucesso em 1957, em Montreal, de um Congresso sobre “o empresário cristão”, a partir deste momento, a UNIAPAC começa a organizar a cada três, Congressos Mundiais regulares. UNIAPAC foi então reconhecido por organismos internacionais como a FAO, em Roma; Conselho da Europa, Estrasburgo; Organização Internacional do Trabalho, em Genebra, a Comunidade Europeia, a Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento, Genebra; UNESCO, Paris, e juntou-se aos comités de organizações internacionais católicas.

A Santa Sé tomou grande interesse na UNIAPAC e nomeou em 1957 o Cardeal Siri como um guia espiritual, e Padre Georges Dubois, S. J. como o primeiro capelão (hoje UNIAPAC tem dois conselheiros espirituais: R. F. Rafael Braun (Argentina) para a América Latina, R. F. Edouard Herr, S.J (Luxemburgo) para a Europa e International).

Mas alguns anos depois, com a dupla finalidade de facilitar a sua implementação e para mostrar a unidade entre os cristãos Negócios Executivos, UNIAPAC se em uma associação ecumênica sob a nova denominação “União Cristã Internacional de Negócios executivos”, conservando suas iniciais.

E em 1975: UNIAPAC lança o “Igrejas-Empresas Transnacionais” Diálogo na Europa. A origem desses diálogos pode ser encontrada no desenvolvimento de uma consciência, por parte das empresas e das Igrejas, do papel das empresas na sociedade.

Em 1991 UNIAPAC comemora em Roma o centenário da “Rerum Novarum” – a primeira encíclica social (1891) – e apresenta a Sua Santidade João Paulo II em 09 de março de 1991, o livro “As igrejas que enfrentam a empresa – Cem anos de O pensamento social”.

Em 2004, em 5 e 6 de março, em Roma, UNIAPAC co-organizado com o Conselho Pontifício Justiça e Paz, uma Conferência Internacional sobre: “The Business Executive: Responsabilidade Social e Globalização”.

Devido a grande questão do combate à pobreza pelo desenvolvimento decente e de dar de volta o lugar necessário às pessoas no interior da Economia, UNIAPAC decidiu concentrar o seu trabalho e reflexão sobre a Responsabilidade Social do Empreendedor Cristão (que inclui uma especial atenção aos pobres) e na pedagogia do Empreendedorismo como uma ferramenta para o desenvolvimento e a dignidade do ser humano.

Os quatro mais recentes temas dos Congressos Internacionais da UNIAPAC foram: Lisboa, 2006: “Capacitar líderes empresariais para servir a humanidade no mundo moderno – Como melhorar uma liderança responsável como executivos cristãos em um mundo global complexo?”. México, 2009: “Responsabilidade Social Corporativa Cristã”. Lion, França, 2009: “Negócios, fonte de Esperança”. E Belo Horizonte, Brasil, XXV Congresso Internacional da Uniapac: “Empresas, Governo e Sociedade Civil à serviço do bem comum”.

Presidentes sucessivos de UNIAPAC:

Giuseppe Mosca (Itália), 1956-1959

Peter H. Werhahn (Alemanha), 1960-1964

Léon de Rosen (França), 1965-1968

Reinier A.H.M. Dobbelmann (Holanda), 1969-1972

Romuald Burkard (Suíça), 1973-1976

Carlos E. Dietl (Argentina), 1977-1981

Antoine Bekaert (Bélgica), 1981-1985

Philippe de Weck (Suíça), 1986-1987

Ernst van den Biggelaar (Holanda), 1988-1990

Michel Albert (França), 1990-1993

Guy de Wouters (Bélgica), 1994-1996

Domingo Sugranyes (Espanha), 1997-2000

H. Onno Ruding (Holanda) 2000-2003

Etienne Wibaux (França) 2003-2006

José Ignacio Mariscal (México) 2006-2009

Pierre Lecocq (França) 2009-2012

José Maria Simone (Argentina) 2012

UNIAPAC América Latina

É composta por todas as associações nacionais latino-americanos, representados hoje em 9 países, sediada na cidade de Montevidéu, Uruguai.

Comitê Executivo 2013-2016
Presidente: Sergio Cavalieri, Brasil
Comité Executvo:
Beltrán Macchi do Paraguai
Andrés Ballerino, do Equador
Rolando Medeiros, Chile
Luis de la Pena, México
Luis Bameule, da Argentina
Secretário Geral: Andrea Viñoles

Missão

Servir como um elo entre Líderes Associações Cristão de negócios nas Américas, promover a criação de novas parcerias, facilitar o intercâmbio de experiências e linhas comuns de ação; motivar o estudo, a difusão e implementação da Doutrina Social da Igreja sobre a atividade econômica e social no continente.

Visão

Intensificar o compromisso das Associações de UNIAPAC para divulgar e implementar a Doutrina Social Cristão e ser fatores de evangelização no mundo dos negócios. Consolidar e formalizar UNIAPAC nacional em todos os países da América Latina e nos Estados Unidos, Canadá e Caribe.
UNIAPAC que tem um papel orientador no desenvolvimento económico e social e é uma referência continental, onde os valores que promovem a incentivar as grandes decisões do nosso continente.

A cada três anos é realizado o Congresso Latino-americano da UNIAPAC, onde todos os membros latino-americanos se reúnem para discutir questões importantes e atuais para a sociedade.

Associações da América Latina

image1

ACDE / Argentina
Presidente: Juan Pablo Simón Padrós 
Director Ejecutivo: Ana Pico
Secretaria: Susana Ferreiro

image2

UNIAPAC / Venezuela
Presidente: Carlos Urdaneta Wanonni 

image3

Uniapac Cochabamba
Presidente: Pablo Artero 
Secretaria: Vanessa Delgadillo 

image4

USEC Chile
Presidente: Bruno Baranda Ferrán 
Director Ejecutivo: Soledad Neumann 

image5

ANDE Quito
Presidente: René Ortiz 
Director Ejecutivo: Alejandro Ribadeneira

ACE Uniapac
Presidente: Francisco Jarrín 
Director Ejecutivo: Raquel Paz
Secretaria: Asistente: Teresa Feraud 

image6

GEPROCA – Uniapac Honduras
Presidente: Harry Franks 

image7

Confederación USEM México
Presidente: Manuel Fitzmaurice Castro 
Director Ejecutivo: Germán Araújo Mata 

image8

ADEC Paraguay
Presidente: Carmen Cosp 
Director Ejecutivo: Sara Centurión
Secretaria: Cynthia Meaurio 

image9

ACES Santiago / R. Dominicana
Presidente: Santiago Rodriguez 
Secretaria: Pura Alvarez 

Enviar email
Visitar Web

image10

ACDE Uruguay
Presidente: Martín Carriquiry 
Director Ejecutivo: Paulo Olascoaga
Secretaria: Ana Sommer 

Parceiros